DIVERSIDADE DE OPINIÕES: PROBLEMA OU DESAFIO?

18 de janeiro de 2016

por

Esta semana tivemos o lançamento de um novo vídeo da campanha “Acredite na Beleza” da marca O Boticário. Logo em seguida, veio a notícia de que o comercial vai passar pelo julgamento do Conar, devido ao recebimento de várias reclamações por parte do público.

Entre as reclamações estão os argumentos de que a campanha dá a impressão de que a beleza física da mulher é a única responsável pelo sucesso do casamento, e outros ainda dizem que o vídeo atribui à maquiagem a possibilidade salvadora de um casamento problemático. Os que defendem argumentam que o conteúdo da mensagem focaliza o poder da autoconfiança em momentos delicados.

Como publicitários e comunicadores, enfrentamos essas questões o tempo todo. É nosso trabalho fazer comunicação, então é nosso trabalho transmitir a mensagem da forma que o público a compreenda e assimile para si.

Mas como lidar com a grande divergência de opiniões do púbico que está cada vez mais ativo?

Não podemos esquecer que toda campanha publicitária é feita para atingir um certo público. A linguagem, os atores, o cenário, tudo é escolhido e feito para atingir esse público. Muitas vezes, pessoas que não se encaixam nesse perfil também são atingidas e acabam interpretando a mensagem de uma forma diferente. Por isso há tanta controvérsia de opiniões.

Nem sempre a ideia é ruim, muitas vezes nós, que não fazemos parte daquele universo,  não compreendemos o que estão falando.

O importante é levar em consideração os valores da empresa e os valores do público-alvo para estabelecer uma “conversa” entre eles.

Sempre encontraremos pessoas que farão críticas, nem sempre construtivas. Mas também encontraremos pessoas que vão entender, se identificar e, quem sabe, até fazer um comentário que exalte e aplauda o conteúdo de uma mensagem publicitária  em sua rede social favorita.

Esses desafios servem como combustível para trabalharmos mais e melhor!

Deixe uma resposta

VOLTAR